Salão de Beleza em BH especialista em cachos, beleza natural, visagismo, sobrancelhas e coloração.

Queda de cabelo no pós-parto

O que você precisa saber sobre queda após a gestação

A queda dos cabelos é um assunto cada vez mais relevante. Ela se dá por diversos motivos, um dos mais relevantes é a alimentação inadequada.
Hoje vamos ver mais um motivo causador desse mal; a queda dos cabelos no pós-parto. Ela ocorre cerca de 2 a 3 meses após o nascimento do bebê, e ao contrário do que muitos pensam, a queda não tem a ver somente com a anestesia. Ao chegar ao final de uma gestação o corpo tem que se readaptar ao metabolismo não gestacional, os hormônios da gravidez deixam de interferir positivamente nos cabelos. É momento de amamentar, se adaptar a novas rotinas… 
As horas de sono diminuem consideravelmente, e uma série de preocupações surgem, além do stress da própria cirurgia quando feita uma cesariana, ou até mesmo do parto normal. 
O resultado da soma de tudo isso é que muitas mulheres acabam perdendo seus cabelos. Mas esse fato, mesmo sendo um inconveniente, não é o final de tudo. Essa perda difusa dos fios nesse período, é chamado de eflúvio telógeno e da mesma maneira que se dá a queda, ele tem o retorno de praticamente 100% dos fios perdidos na queda.
O que você precisa fazer é ter o auxílio de um médico especialista e uma terapeuta capilar. Os médicos tricologistas podem administrar o uso de tecnologias aplicadas à estética capilar, como os lasers, isso aliado a terapias feitas com produtos vasodilatadores e o Home Care adequado. Assim o resultado positivo para que a densidade capilar retorne ao que era é garantido.
Agora, existem casos em que a perda dos fios começa antes do bebê nascer, por motivos hormonais. Aí é necessário ter mais atenção, estamos falando de mulheres grávidas, então é muito importante a ajuda de profissionais capacitados a administrar procedimentos e com conhecimento de quão limitada de autonomia é essa fase da vida da mulher. 
Por exemplo, hoje temos terapias capilares para tratar da queda com óleos essenciais muito eficazes no resultado, mas grávidas não podem ser tratadas com eles. Os óleos agem direto na corrente sanguínea, além de serem terapêuticos através do olfato, dependendo do nível de relaxamento o colo do útero pode se abrir. É válido sim, observar cedo o começo de uma queda e se prevenir um futuro problema, mas com cautela.
Procure sempre uma terapeuta capilar da sua confiança, com ela você deverá se sentir à vontade para conversar sobre o que quiser e discutir o melhor tratamento a ser feito para que seus objetivos sejam alcançados.
Portanto ao perceber uma queda fora do normal, agende logo um diagnóstico. No ViaGomide temos terapeutas prontas para te atender. Esse primeiro contato feito no diagnóstico é uma cortesia, basta agendar seu horário. 
Texto: @raquelnoce

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *